GDF depositou a 1ª parcela dos atrasados, mas o BRB antecipou empréstimos e zerou contas

31/01/2015

Conforme o informado, o Governo do Distrito Federal efetuou o depósito da 1ª parcela do parcelamento dos direitos atrasados dos servidores da Educação e Saúde. Porém, o Governo deu com uma mão e tirou com a outra, pois o BRB também antecipou o desconto dos empréstimos que venceria só no início de fevereiro, deixando muitas contas zeradas.

Um absurdo total. Uma falta de respeito com as milhares de famílias que estão sem dinheiro para o básico!

E esta não é a primeira vez que o BRB faz isso, tudo para forçar que os servidores tomem mais empréstimos e paguem mais juros. A verdade é que o BRB se transformou numa banca de exploração dos servidores públicos.

Agora a expectativa é que a ARO seja aprovada pela Câmara Legislativa nesta semana e que o pagamento de todos os restante dos direitos não pagos seja feito imediatamente.

.

Por: Washington Dourado


O GDF prometeu pagar 1ª parcela dos atrasados da Educação e Saúde hoje. Mas…

30/01/2015

Cronograma apresentado pelo próprio GDF

Até que a ARO seja aprovada pela Câmara Legislativa e o recursos dessa antecipação seja captado, o próprio Governo do Distrito Federal garantiu que depositaria hoje, último dia útil de janeiro, a 1ª parcela de férias dos servidores da Educação e Saúde, além de contemplar também professores temporários.

Porém, até o momento ninguém consegue confirmar ser o dinheiro será depositado ou não… e o suspense continua!

.

Por: Washington Dourado


O novo GDF mentiu: tinha sim quase um bilhão em caixa na virada do ano

30/01/2015

Nos primeiros dias de 2015 eu quase fui apedrejado quando afirmei, através deste blog, que o Governo do Distrito Federal tinha quase um bilhão em caixa e que se tivesse boa vontade política o salários e direitos da categoria poderiam ser pagos imediatamente. Recebi milhares de críticas e ataques. Foram muitas as acusações de que eu estava defendendo esse ou aquele.

Pois bem, hoje a equipe econômica do Governo Rollemberg divulgou o balanço das contas públicas referentes ao último quadrimestre de 2014. E sabe qual o resultado apresentado pelo atual Governo? Que tinha sim 933 milhões em caixa.

CLIQUE aqui e leia você mesmo a nota do GDF.

veja o gráfico do próprio GDF

O atual Governo, entretanto, afirma que se tratava de recurso vinculado e não poderia ser utilizado para outros pagamentos. Porém, não foi uma nem duas vezes que alertamos os atuais comandantes do Buriti que, ao assumir em janeiro de 2007, Arruda movimentou este recurso para pagamento dos salários e férias atrasadas e logo após devolveu ao seu destino original.

Ou seja: o Governo Rollemberg não teve e nem está demonstrando ter emprenho e boa vontade política. Aliás, quer potencializar uma crise para se esquivar de compromissos assumidos em campanha e outros, como nosso reajuste que está previsto no plano de carreira.

A verdade é que a lei exige que o Governo encerre o ano com o dinheiro em caixa para pagar os “EMPENHOS”, mas a partir do dia 1º de janeiro estes “empenhos” viraram RESTOS A PAGAR e o Governo Rollemberg poderia protelar o pagamento destes e quitar os direitos dos servidores da Educação e Saúde.

Eu torço muito para que este Governo dê certo. Mas até aqui os fatos demonstram que esta gestão começou muito mal. E desse jeito, vai ficar pior. Rollemberg erra feio ao comprar uma guerra com os servidores.

.

Washington Dourado


LRF: Informação divulgada com exclusividade pelo blog é confirmada pelo GDF

30/01/2015

Ontem este blog divulgou (aqui) com exclusividade que os gastos com despesas de pessoal do Governo do Distrito Federal no último quadrimestre de 2014 foi de 46,93% da receita corrente líquida, ultrapassando o limite PRUDENCIAL, mas bem abaixo do limite MÁXIMO definido na Lei de Responsabilidade Fiscal. Hoje o próprio Governo confirmou a informação divulgada antecipadamente aqui.

CLIQUE aqui e leia a nota oficial

Veja o gráfico:

É importante ficar claro que o fato de ultrapassar o limite prudencial não impede o Governo de pagar o reajuste dos professores previsto para março e setembro deste ano. Afinal, o reajuste já está previsto na Lei 5.105/2013, que é o plano de carreira da categoria.

Veja o que diz o artigo 22 da LRF:

Art. 22. A verificação do cumprimento dos limites estabelecidos nos arts. 19 e 20 será realizada ao final de cada quadrimestre.

     Parágrafo único. Se a despesa total com pessoal exceder a 95% (noventa e cinco por cento) do limite, são vedados ao Poder ou órgão referido no art. 20 que houver incorrido no excesso:

        I - concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual, ressalvada a revisão prevista no inciso X do art. 37 da Constituição;

       II - criação de cargo, emprego ou função;

      III - alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa;

     IV - provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal a qualquer título, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação, saúde e segurança;

     V - contratação de hora extra, salvo no caso do disposto no inciso II do § 6o do art. 57 da Constituição e as situações previstas na lei de diretrizes orçamentárias.

 Portanto, o GDF está sim obrigado a pagar o que a lei já prevê.

.

Por: Washington Dourado


GDF volta a disponibilizar o contracheque dos servidores da Educação no SIGRHNET

29/01/2015

O contracheque do salário referente ao mês de janeiro dos servidores da Educação está novamente disponível no SIGRHNET. Aparentemente não houve alteração em relação ao que foi publicado há 3 dias e depois retirado.

CLIQUE AQUI e acesse seu contracheque


Despesa com pessoal do GDF em 2014 não ultrapassou o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal

29/01/2015

Este blog foi informado por fonte segura que as despesas com pessoal do Governo do Distrito Federal durante o ano de 2014 ficou em 46.9% do orçamento anual. Portanto, não ultrapassou o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.
Esse dado é muito importante, pois quebra o discurso do Governo de que a LRF foi ultrapassada, o que impossibilitaria pagar os reajustes já previstos nos planos de carreira das categorias.

.

Washington Dourado


Educação e Saúde: GDF vai depositar uma parcela dos atrasados amanhã, dia 30

29/01/2015

Durante a reunião realizada ontem no Buriti, o Secretário de Relações Institucionais, Marcos Dantas, informou que está confirmado para amanhã, dia 30, o pagamento de uma parcela do adicional de férias dos professores efetivos e também uma parcela de atrasados dos professores temporários, conforme cronograma apresentado anteriormente.

O pagamento do restante depende da aprovação da ARO que será enviada segunda-feira para a Câmara Legislativa ou da antecipação do Fundo Constitucional.

O valor correto do que será depositado amanhã não foi apresentado. Os servidores da Saúde também receberão uma parcela.

.

Washington Dourado


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.141 outros seguidores